Projete, produza e leve para casa a sua criação após a CASACOR Minas!

09h — 13h

horário

6 × R$ 92.08

primeiro lote
(com juros)


GUAJA SAPUCAÍ

Rua Sapucaí 383

12h

carga horária

20 participantes

máximo

"É necessário saber manipular algum software que trabalhe com desenho vetorizado, como AutoCAD, Illustrator ou Corel Draw".

4 turmas

Selecione a turma que preferir no menu abaixo:

10, 11, 12 de julho

segunda, terça e quarta

Limpar

13, 14, 15 de julho

quinta, sexta e sábado

Limpar

24, 25, 26 de julho

segunda, terça e quarta

Limpar

27, 28, 29 de julho

quinta, sexta e sábado

Limpar
ao me inscrever, confirmo que tenho mais de 18 anos de idade.

Esgotaram as vagas ou não vai poder participar desta vez? Inscreva-se em nossa lista de espera e vamos entrar em contato assim que novas turmas forem lançadas!

GUAJA Sapucaí: seja um dos autores deste projeto

A CASACOR Minas 2017

Em 2017, a CASACOR Minas volta à área central de Belo Horizonte para uma de suas maiores edições desde que chegou à cidade, há 23 anos. Maior mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas, a CASACOR reúne renomados profissionais todos os anos. Segue antenada aos movimentos urbanos contemporâneos e propõe um novo olhar sobre a cidade e sobre a forma como ela vem sendo percebida e experienciada por seus moradores.

Este ano, a mostra recebe o tema “Essencial” e acontecerá entre os dias 12 de agosto e 17 de setembro. Ocupará um importante edifício integrante do Conjunto Arquitetônico da Praça da Estação, região marcada pela forte efervescência urbana, cultural, política e gastronômica da cidade. O local funcionou como sede da extinta Rede Ferroviária Federal S/A (RFFSA) e está diretamente associado à criação de Belo Horizonte. Nos últimos anos, o edifício vem passando por um processo de restauração, sob a supervisão do IPHAN, para abrigar futuramente as instalações do Museu Ferroviário.

O GUAJA Sapucaí

A CASACOR convidou o GUAJA para ocupar um grande galpão de 420m² localizado no último andar do edifício. A esse espaço temporário demos o nome de GUAJA Sapucaí.

Além de abrigar a programação cultural da casa, o GUAJA Sapucaí será também um espaço de trabalho e experiências colaborativas. A curadoria da programação, que envolve uma série de eventos voltados para as áreas de arquitetura, design e criatividade, também ficará por conta do GUAJA. Para a concepção do espaço, os arquitetos Lucas Durães e Sarah Kubitschek, convidaram outros três profissionais: Gabriel Nardelli, Marcos Franchini e Pedro Haruf.

O Processo de Arquitetura

Definitivamente há um futuro baseado no compartilhamento, e nós do GUAJA acreditamos que o essencial nessa nova era é conectar pessoas e criar mecanismos para formar comunidades.

Ao subir para o ultimo andar do edifício da Rua Sapucaí, o visitante-espectador deixará seu posto de passivo para se transformar em participante ativo. Os arquitetos do GUAJA Sapucaí redimensionam seu protagonismo e passam a motivadores de construções processuais e coletivas. Os espectadores — habituados a se satisfazerem com experiências críticas e estéticas próprias de uma plateia — são convidados a intervir, exercitando a imaginação, ampliando a consciência, liberando seus fantasmas, renovando suas sensibilidades, vivenciando experiências físicas, fazendo-se artistas também.

O campo de ação não é mais a exposição, mas ações subjetivas e coletivas que ensaiam vivências sociais. Aqui, o tempo deixa de concordar com a permanência e se relaciona com a efemeridade. Em eterna mudança por intervenções constantes de autores que não cansam de chegar. Um modelo mais radical que torna forma: mais experimental numa arquitetura menos determinante que oferece maior conexão social através de uma programação cultural que fecunda o cotidiano da cidade.

Ao invés de um projeto de arquitetura, os arquitetos do GUAJA imaginaram um processo não-determinista que busca diluir a autoria da concepção do espaço com mais 100 profissionais e estudantes dos campos de arquitetura e design.

Assim, o GUAJA Sapucaí será um verdadeiro laboratório efêmero que reunirá todas as condições para que os processos de discussão e construção do espaço possam acontecer em sua integralidade.

O Laboratório Efêmero

Além de participarem do processo de concepção do espaço, os participantes também fabricarão todos os elementos necessários à ocupação do GUAJA Sapucaí. Em parceria com a Fábrica Jangada, vamos manter uma máquina de corte CNC (computer numerical control) durante todo o período de funcionamento da CASACOR, transformando nosso espaço em um makerspace.

Antes da inauguração da CASACOR, promoveremos 5 workshops de fabricação digital comandados por Denis Fuzii, Rafael Cordeiro e pelos arquitetos do GUAJA.

O workshop

Na era do compartilhamento de informações e da chegada da fabricação digital, surge um movimento gigantesco capaz de transformar o modo de produção, descentralizando-o das grandes indústrias. O MOVIMENTO MAKER ultrapassa fronteiras, cria um novo modelo de cadeias produtivas e interações comerciais, gerando empregos e aquecendo a economia local.
Sem impostos de importação e exportação, sem transporte marítimo ou aéreo, sem fretes de longas distância, o movimento aquece a economia local e torna o mercado de mobiliário mais acessível a todos.

No workshop você vai viver 3 dias de muita mão na massa, projetando e desenvolvendo uma peça de mobiliário para ser cortada na CNC Router. No fim da mostra, você a leva para casa!

Aula 1
Ultrapassando Fronteiras

Iniciaremos com uma breve introdução ao Movimento Maker. Quais são as novas formas de trabalho, comunicação e comportamento no mundo da arquitetura e design? Falaremos sobre encaixes, novas tecnologias de corte e reprodução 3D. Cases como Opendesk, Studio DLux, Mono e 3DHUB, além do funcionamento de uma CNC Router e como nos comunicamos com ela.

Aula 2
Hands on — Projeto

É hoje que começa a diversão! Aqui vocês aprenderão na prática sobre sistemas de fixação, cortes, tipos de materiais, fresas, espessuras.
Vamos fazer um brainstorm usando o raciocínio criativo no processo de projeção de um móvel. O projeto e desenvolvimento do objeto é conduzido por Denis Fuzii. Cada participante terá uma chapa de compensado de 90×120cm para soltar a criatividade!

Aula 3
Hands on — Execução

É aqui que acontece a mágica da fabricação digital. A partir do arquivo gerado no dia anterior, a CNC Router vai cortar a chapa e transforma-la no móvel. Não é demais? Seguimos acompanhando e finalizando os arquivos de cada participante. Depois dos arquivos finalizados, cada participante agendará um horário para o corte do seu mobiliário diretamente com o maker local. Todo o material e as horas da CNC estão incluídos no valor do workshop!

Conheça osprofessores

Observações

Leia atentamente os Termos & Condições antes de se registrar!