#sddsMTV

 Crédito: http://media.virbcdn.com/cdn_images/resize_1024x1365/a4/ContentImage- 4732-64455- m01.JPG

Receba artigos sobre arte & cultura quinzenalmente em sua caixa de entrada!

×

Como faz falta aprender sobre música de um jeito fácil em tempos de tantos lançamentos e conteúdos fragmentados. Porque sério, pensa comigo: até mais ou menos 2008, 2009 bastava ligar a TV, no caso de BH no canal 29, pra aprender quase por osmose sobre uma grande variedade de músicas, artistas, bandas, movimentos, festivais, cultura pop em geral, comportamento e até política.

Os VJs (nome normalmente atribuído aos profissionais que fazem projeções de vídeo ao vivo mas que curiosamente sempre foi usado para se referir aos apresentadores da MTV) eram gente como a gente. Na verdade, eram em sua maioria mais legais que a gente e um pouquinho mais velhos, então eram os amigos que a gente desejava ter, porque eram estilosos, sabiam tudo de música e nos passavam esse conhecimento falando a nossa língua, quase como num diálogo de amigos mesmo.

Corta pra 2017 e o que a gente tem é uma produção musical sem precedentes, com discos, EPs, mixtapes e singles sendo lançados aos montes diariamente em milhares de sites, blogs, posts nas redes sociais, rádios online e plataformas de streaming. Tudo muito legal e democrático, mas inviável pra nossa capacidade de absorção.

Frame do videoclipe “Não Espero Mais” da banda O Ternoo

Pra completar a confusão, já não temos mais nossa boa e velha MTV, aquela que praticamente batia na nossa porta e dizia: “Oi, você tem um minuto? Queria te apresentar o Arcade Fire. Eles são lá de Montreal, lançaram o primeiro disco, Funeral, em 2004…” E por aí ia. E assim a gente aprendia. E mesmo sem ser necessariamente fã, passava a conhecer o Arcade Fire.

Bom, então foi por isso que, cansada de perder alguns bondes da música nos últimos anos e de não encontrar a sala onde algumas matérias musicais estavam sendo dadas, em junho de 2017 resolvi criar um canal no Youtube chamado Música Tem Vídeo pra atender aos órfãos de MTV que, assim como eu, gostam de saber mais sobre a vida e a obra dos nomes que andam escutando e se interessam em conhecer novos sons, mas não exatamente têm tempo ou disposição pra ficar pesquisando links e vídeos avulsos até chegarem nas informações desejadas.

 

 

Como o próprio nome já deixa claro, a homenagem à Music Television é assumidíssima e a estética dos vídeos acompanha essa linha, com fundo de chroma key, texto lido no teleprompter, pezinho na banqueta e tudo mais.

 

Convido então todos vocês para assistirem ao canal e conhecerem as páginas do Música Tem Vídeo no Facebook e no Instragram. Além claro, de acompanharem essa coluna aqui no portal do GUAJA onde, seguindo essa vontade de retomar a linguagem da MTV, falarei sobre música de um jeito fácil e contextualizado, fazendo um recorte do que, na minha humilde opinião, vem acontecendo de mais relevante em BH, no Brasil e no mundo.

Beijo, me segue e até já!

Autor
Jornalista com especialização em crítica cultural pela Universitat Pompeu Fabra de Barcelona, já trabalhei na MTV Minas, na Globo SP e em diferentes produtoras de vídeo entre Belo Horizonte e São Paulo. Em 2014, criei a Chá Comigo, espaço que ganhou grande destaque pela comunicação e conceito diferentes de qualquer outra casa de chás. Mas, depois de três anos à frente do negócio, resolvi voltar com tudo para a área musical, minha grande paixão!

Deixe um comentário

Para comentar você deve ter uma conta—só leva um minuto:

fazer login ou registrar-se
Você pode gostar

Fique sempre atualizado sobre o GUAJA, assine nossa newsletter quinzenal—é grátis:

×