Café descomplicado: um guia para fazer um café especial em sua casa

 Foto: Brigitte Tohm via Unsplash

Receba artigos sobre comida semanalmente em sua caixa de entrada!

×

Dia desses estava tomando um café com o amigo e fornecedor de cafés da A Pão de Queijaria, o barista Felipe Brazza. Entre devaneios e viagens sobre cafés, compartilhava com ele uma questão que me incomodava: a maioria dos meus amigos e familiares adoram o café da PdQ, mas em casa, preferem cafés comerciais aos especiais.

Dentre os vários motivos para isso, acho que o método de preparo de um café especial e toda a parafernália demandada para fazê-lo, acaba desmotivando o público em geral de prepará-lo em casa. Para minha felicidade, Felipe compartilha das minhas visões. Ele não consegue mudar o mundo, mas desenvolveu um curso, no qual ensina leigos a prepararem um café especial usando apenas os equipamentos que possuem em casa. É tipo um passo a passo pra fazer aquele café da vovó da maneira mais correta possível! Sem ter que gastar, claro, uma fortuna com equipamentos.

Como toda boa receita, comecemos com bons ingredientes. Você precisa comprar um café especial em grão. Se quiser saber o que é um café especial e entender os benefícios em relação a um café “comercial”, leia o meu último artigo aqui. Hoje em dia, este tipo de café é encontrado nas mais diversas cafeterias que invadem a cidade, empórios e em bons supermercados, como o Verdemar.

Em casa, você só precisará dos seguintes itens:

· Liquidificador
· Bule (qualquer um)
· Porta filtro (qualquer um)
· Filtro de papel (pode ser qualquer um de supermercado mesmo)
· Recipiente para medir a água (em ml)

E agora é só seguir os sete passos abaixo e ser (muito) feliz!

Textura ideal do café. Foto: Frederico Batista, GUAJA.

1 – Bata o grão no liquidificador cuidadosamente, até que ele fique com textura de areia grossa. Dica: bata apenas a quantidade que for precisar. Depois de moído, o café entra em um acelerado processo de oxidação que muda as suas propriedades;

2 – Coloque água para ferver no bule;

3 – Dobre o filtro em sua lateral como indica a imagem abaixo e coloque-o dentro do porta filtro;

Dobre o filtro antes de escaldá-lo. Foto: Frederico Batista, GUAJA.

4 – Antes de coar o café, passe um pouco de água fervendo no filtro. Esse passo é importante para eliminar o gosto de papel, ajudando na extração de um café mais puro;

5 – Coloque o pó de café dentro do filtro. Para cada colher de sopa cheia de pó de café (10 a 12 gramas), vamos utilizar 100ml de água;

6 – Já estamos quase lá… agora vamos fazer a pré-infusão. Pegue o bule com a água que fervemos para coar o café e despeje lentamente sobre o pó de café (na proporção indicada no passo 5), mas não vamos colocar toda a água de uma vez, apenas até o ponto de “hidratar” o pó, como na imagem abaixo. A partir do momento em que acumular água sob o pó, é hora de parar. Chegou a hora de parar? Pegue seu celular e marque 30 segundos;

Pré-infusão do café. Foto: Frederico Batista, GUAJA.

7 – Agora vai! Logo após os 30 segundos da pré-infusão, despeje o restante da água lentamente fazendo movimentos circulares e deixe que toda ela passe pelo pó de café. Quando não descer mais água pelo filtro é de hora de interromper o processo e beber o seu belíssimo café. Ao final do processo, cada um dos 100ml de água, irá render cerca de 70ml de café (tamanho aproximado de uma xícara de chá).

O processo pode tanto ser feito em uma garrafa térmica, como em outro recipiente, caso vá beber rapidamente.

Não adicione açúcar! Assim você perceberá todos os nuances do café e desfrutará da própria doçura presente na bebida.

Parece complicado, né? Mas faça umas três vezes e veja se não fica fácil!

Para ir além

Caso queira melhorar ainda mais o seu café, segue uma lista de equipamentos que podem ser comprados para melhorar a sua experiência. Todos eles podem ser adquiridos na loja online da Academia do Café.

Moedor de café

Moedor Hario.

Acertar a espessura do grão no liquidificador não é a tarefa mais fácil do mundo. Um moedor de café te permitirá fazer uma moagem na granulometria mais adequada. Não é um equipamento barato, mas irá tornar o seu processo mais padronizado e confiável.

Porta filtro Hario (V60) + filtro Hario

aquele bonitinho que é utilizado em todas as cafeterias charmosas que você vai…

O porta filtro da Hario, conhecido como V60, tem três grandes diferenciais em relação ao comercial que geralmente temos em casa: o formato cônico, que direciona a água para o centro; um único buraco grande no meio, que permite maior controle do fluxo de água; e suas ranhuras em espiral, que criam um espaço entre o filtro de papel e o porta filtro, fazendo com que o café possa “se expandir melhor”. O cone pode ser de plástico ou porcelana. A diferença básica é o preço: o de porcelana é muito mais caro que o de plástico. O filtro de papel utilizado também é diferente, feito especialmente para este porta filtro.

Chaleira Buono

Chaleira Buono.

Eis aqui um equipamento super bonito, que te permitirá ter um controle bem maior sobre a quantidade de água correta ser despejada. Seu corpo, em formato de colmeia, mantém a temperatura da água por muito mais tempo. Já vou avisando que ele não é nada barato. Eu o colocaria na lista como última aquisição.

Balança

Quer elevar seu café a um nível quase profissional? Compre uma balança e faça todo o processo sob ela.

Para cada 100 ml de água, pese 10 a 12 gramas de pó de café. No passo 6, da pré infusão, pese até o dobro de água em relação a quantidade de pó. Exemplo: se colocar 24g de pó coloque até 48g de água. As demais etapas podem ser feitas da mesma maneira. Com a balança, você também não precisa fazer um controle volumétrico da água, ela pode ser medida em gramas ao longo do processo. Isso vai agilizar a sua vida!

Uma balança como a desse link já resolve.

Pra fechar, o objetivo desse artigo é te incentivar a tomar um café de maior qualidade em sua casa. Pra tomar uma bebida de nível profissional, vá às melhores cafeterias da cidade ou busque cursos profissionalizantes, existem alguns bem bacanas rolando por BH. O universo do café é muito amplo. O próprio Felipe Brazza oferece vários cursos super legais. A Academia do Café também é conhecida por oferecer treinamentos de alto nível.

Está com dúvidas? Manda perguntas aqui pelo chat que terei prazer em responder.

Ah! E tenho uma dica… O curso do Felipe Brazza: Café (especial) Descomplicado – Como preparar o melhor café em casa com métodos tradicionais. 

Data: 24/03 (sábado)

Horário: 8h às 12h

Local: Studio Amora Café (Rua Flórida, 101, Sion)

Contatos: (31) 3566-8252 ou (31) 98864-7774, [email protected]

Autor
Engenheiro de Produção pela UFMG, empreendedor desde muito cedo. Já abri e fechei algumas empresas, mas minha grande paixão sempre foi a cozinha. Neto de padeiros, mergulhei fundo no universo do pão de queijo e do queijo artesanal. Sou um dos fundadores da A Pão de Queijaria. Inquieto, estou sempre me envolvendo em novos projetos ligados à gastronomia, como o Food Experience, o Travessia Gastronômica e outros que estejam por vir. Usarei este canal para compartilhar um pouco das minhas experiências e as tendências que observo neste incrível universo das comidas e das bebidas.

Share the love.

Se este artigo te fez lembrar de alguém, mostra pra elx!

  1. adorei as dicas!
    mas fiquei com dúvida em relação à temperatura da água.
    você diz para ferver a água. tem que deixar a água ferver com aquelas bolhas grandes ou, quando começa a subir aquelas pequenas bolhas já pode desligar a água?

    1. Olá Franciely, que bom que gostou!
      Então, sobre temperatura de água, precisamos feve-la até atingir o estágio das “bolhas gigantescas”. Isso indica que chegou em média a 95 graus. Para extrair substâncias (incríveis) aromáticas e gustativas do café, precisamos de uma temperatura acima de 90 graus.
      Até

  2. Bem importante levar o café para o dia a dia das pessoas, muitas vezes os clientes ficam intimidados com tantos aparatos para preparar um café, sendo que podem fazer coisas simples para já melhorar está bebida. Ótimo texto.

Para comentar você deve ter uma conta—só leva um minuto:

fazer login ou registrar-se