Como nasce um líder?

 

Receba artigos sobre negócios semanalmente em sua caixa de entrada!

×

“Disse que ia passear em canoa. Não pediu licença ao tio dele. Me perguntou se eu vinha. Tudo fazia com um realce de simplicidade, tanto desmentindo pressa, que a gente só podia responder que sim. Ele me deu a mão, para me ajudar a descer o barranco. (…) Ele se sentou em minha frente, estávamos virados um para o outro. Notei que a canoa se equilibrava mal, balançando no estado do rio.(…) Tive medo. Sabe? Tudo foi isso: tive medo! Enxerguei os confins do rio, do outro lado. Longe, longe, com que prazo se ir até lá? Medo e vergonha. (…) Quieto, composto, confronte, o menino me via. – “Carece de ter coragem…” – ele me disse. Visse que vinham minhas lágrimas? Dói de responder: – “Eu não sei nadar…” O menino sorriu bonito. Afiançou: – “Eu também não sei.” Sereno, sereno”. (Grande Sertão Veredas)

Nessa maravilhosa cena do Grande Sertão Veredas em que Riobaldo conhece Reinaldo e é levado a um passeio de barco no rio – sem saber nadar -, vivenciamos uma experiência de liderança. O mito da iniciação é recriado de forma lírica: Reinaldo ‘Hierofante’ – “aquele que explica as coisas sagradas” – revela a natureza, ensina Riobaldo a ouvir sua intuição e a enfrentar, acima de tudo, o medo. Nós, como leitores – atores, entramos e sentimos a cena. Sobre a nossa pele o medo, o pânico, o pavor e o encanto de Riobaldo ao entrar numa canoa de peroba, “canoa de peroba e de pau-d’óleo não sobrenadam”. Ao viver uma experiência literária – bem diferente de sermos apenas apresentados a “cases” de forma fria e distante -, nos incluímos e sofremos com os dilemas morais, éticos e sentimentais dos nossos personagens. Personagens esses que agora são partes indissociáveis de nós.

Não dá para saber quando um líder é formado, nem, talvez, ensiná-lo a ser um. Mas, nessa cena, o primeiro encontro, encanto, inspiração e sedução é apresentado. Riobaldo se fascina por Reinaldo, sendo convidado a realizar uma tarefa que jamais realizaria sem esse fortuito encontro. Será que o líder é aquele seduz? Que se deixa ser seduzido? Que transforma? O pequeno Reinaldo aprendeu com o pai a não ter medo e tenta ensinar o mesmo ao novo amigo Riobaldo. Nesse instante, surge a figura daquele que mudará o “Sertão”. O ex-jagunço, “inovador” e “disruptor”, que iniciará as transformações permanentes do meio em que vive.

*No primeiro módulo do LÍDERatura – curso inspirado nas teorias e nas aulas de James March (Stanford) e Ronald Heifetz (Harvard) – procuraremos oferecer uma experiência, através da arte, que vivencie as responsabilidades, as alegrias e as dores de se liderar. Saiba mais aqui.

Autor
Pesquisador visitante na Universidade de Harvard de 2012 a 2014 e professor do INSPER, da PUCMG e professor convidado da Fundação Dom Cabral. Doutor em Literatura Comparada pela UFMG e doutor em literatura, língua e civilização francesa pela Université de Lille 3. Pós-doutor em Teoria Literária pela Unicamp e pela UFMG. Autor dos livros: Literatura e Matemática: Jorge Luis Borges, Georges Perec e o OULIPO (Perspectiva, 2016), vencedor do Prêmio Capes pela melhor tese do Brasil e finalista do Prêmio APCA; Antiterapias (Scriptum, 2012) vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura 2013; Brochadas: confissões sexuais de um jovem escritor (Rocco, 2015); Meshugá: um romance sobre a loucura (José Olympio, 2016) e lança em abril o seu novo romance Nobel (José Olympio). Foi professor do INSPER, da PUCMG e é professor convidado da Fundação Dom Cabral. Como palestrante, falou nas Universidade de Harvard, MIT, Cornell, Boston, Wellesley, Sorbonne, Estocolmo, Unicamp, USP, UFMG, UnB. Foi um dos convidados da mesa principal da FLIP 2017. É um dos roteiristas da série do Multishow “Eu, ela e um milhão de seguidores”. Participou de vários programas de TV – Jô Soares, Saia Justa, Metrópolis. Palestrante do TEDx Ouro Preto. Graduado em matemática e mestre em ciência da computação pela UFMG.

Share the love.

Se este artigo te fez lembrar de alguém, mostra pra elx!

Para comentar você deve ter uma conta—só leva um minuto:

fazer login ou registrar-se