Building the Future:
Arquitetura de Interiores

O universo interior da arquitetura

série de palestras na
CASACOR Minas 2018


Arquitetura de interiores é coisa séria.

O espaço e as coisas. Estar dentro e fora simultaneamente é a máxima experiência dos elementos da arquitetura e do design. Daí a importância da qualidade destes elementos, tanto da geometria que gera o vazio, quanto das coisas que o preenchem.

É aqui que acontece a química entre a arquitetura e o design, intermediados por nossos corpos.

Então o que temos é o encontro e a relação entre corpos.

Estar com.

É física.

Mas também matemática, história, psicologia, filosofia.

Para Spinoza, filósofo holandês que viveu no século XVII, os corpos se diferem pelos diferentes modos de afetar e serem afetados. Segundo ele, o encontro entre os corpos podem potencializar ou constranger, e que o bom encontro seria aquele que potencializa, aumentando nossa capacidade de ação e consequentemente de transformação.

Nós profissionais que atuamos na criação deste universo, composto por espaço (arquitetura), coisas (design) e pessoas, precisamos estar conscientes destas relações e sermos capazes de interferir nos seus elementos para gerar afeto, no sentido de afetarmos uns aos outros nas suas emoções e subjetividades.

Mas para isso não há regras nem fórmulas.

Já é bastante absorvido por todos nós, nesta segunda década do século XXI, a ideia de que estilos e modismos fechados e rígidos acabam por gerar espaços estéreis.

E nosso objetivo comum é exatamente o oposto, que nossas casas, espaços de trabalho, espaços comerciais e públicos sejam vivos. Que pulsem, irradiem e multipliquem energia. Que potencializem.

Que incorporem o devir, ou o tornar-se, o movimento.

Que afete e se deixe afetar.

“Tudo flui e nada permanece, tudo dá forma e nada permanece fixo.” (Heráclito)

ESPAÇO CASA VIVA E O CAMPO DAS PALESTRAS

Para dar corpo ao conteúdo das palestras serão propostas duas experiências arquitetônicas:

A primeira, o Campo das Palestras, foi concebido a partir da ideia de movimento e flexibilidade.

Ao quebrar a rigidez estabelecida entre palco e plateia dos espaços usuais, prioriza-se mais a troca de informações entre os participantes do que a noção de transmissão de conhecimento.

O lugar e seu mobiliário serão desenhados e dispostos pra gerar encontros de vários tipos e em diversos momentos, seja entre as pessoas fisicamente ou entre estas e conteúdos digitais produzidos no decorrer do evento. Pretende-se aqui abordar e estender o espectro do desenho de espaços comerciais, de trabalho e públicos.

O segundo, chamado Casa Viva, foi concebido a partir da ideia de casa mutante.

A base deste experimento será um objeto arquitetônico construído dentro do edifício histórico.

Além das relações entre a arquitetura existente e a nova, exterior e interior, luz e sombra, que a nova construção evidenciará, serão abordados aspectos diversos do universo da arquitetura de interiores, através de transformações semanais na sua ocupação interna, configurando ora a Casa Austera/Minimalista, ora a Casa Galeria, a Casa Personificada, a Casa Afetiva, e por fim a Casa Brasileira.

Palestras

07/08, terça-feira, 19h30

Arquitetura e Arquitetura de Interiores

Marcelo Alvarenga (Play Arquitetura) e Daniel Mangabeira (Bloco Arquitetos)

A palestra introdutória abordará o tema Arquitetura de Interiores a partir do desenho arquitetônico dos espaços, refletindo sobre a importância e vocabulário dos elementos que compõem os ambientes, sejam eles de natureza arquitetônica, do design, da arte ou do paisagismo.

Marcelo Alvarenga, sócio do escritório Play Arquitetura e também da marca de design de produtos ALVA, trabalha na interseção destas expressões.

Daniel Mangabeira, sócio do Bloco Arquitetura, sediado em Brasília, tem se destacado no cenário nacional e internacional da arquitetura com projetos expressivos e bem desenhados nas áreas residencial e comercial.

11/08, sábado, 15h

Casa Austera/
Minimalista

Felipe Hess (Felipe Hess Arquitetos)

O tema abordado se refere a um estilo de design e de vida contemporâneos, que apostam na redução visual e quantitativa dos componentes de um ambiente, se atendo aquilo considerado essencial. Esta linha de pensamento na atualidade pode estar relacionada a questões ambientais,  espirituais ou estéticas.

Felipe Hess é um arquiteto jovem que teve sua formação profissional lapidada nos escritórios Tryptique e Isay Weinfeld, ambos em São Paulo. Felipe aborda a Arquitetura e a Arquitetura de Interiores a partir de um desenho de linhas limpas e contemporâneas e escolhas super criteriosas das peças do mobiliário, da cartela de cores e das obras de arte.

14/08, terça-feira, 19h30

Casa Personificada

Mariana Sucupira (stylist) e Isabella Vecci (Vecci Lansky Arquitetura).

O tema aborda o valor e riqueza das expressões pessoais na Arquitetura de Interiores, tanto dos profissionais exercendo seu trabalho, como dos próprios moradores ou usuários na composição dos espaços privados.

As palestrantes, personalidades conhecidas de Belo Horizonte, compõem um panorama diversificado cada uma com conhecimentos e atuações específicos.

16/08, quinta-feira, 19h30

Casa Galeria

Pedro Lázaro (Pedro Lázaro Arquitetura) e Cláudia Dodd (Pé Palito)

A força da arte na vida cultural das cidades e das pessoas, bem como na economia, tem refletido na arquitetura e nos ambientes domésticos, a ponto de algumas residências se transformarem em verdadeiras galerias.

Como é viver nestes espaços hiper-estimulantes? Como a expressão da arquitetura dialoga com as obras de arte? O cubo branco continua sendo o espaço ideal pra receber as artes plásticas?

Pedro Lázaro é um arquiteto de destaque no cenário nacional com grande intimidade com o universo das artes plásticas.

Cláudia Dodd é artista plástica de formação e proprietária da loja de móveis vintage Pé Palito. Transita no universo da arquitetura de interiores com extrema sensibilidade e embasamento teórico.

21/08, terça-feira, 16h30

Arquitetura Comercial

Camila Tariki (Bernardes Arquitetura)

Camila Tariki é sócia do escritório Bernardes Arquitetura, um dos mais atuantes no mercado nacional, responsável por projetos como o Hotel Fasano Brasília e Fasano Belo Horizonte, Museu do Mar (RJ), além de belas residências por todo o Brasil. Camila é responsável pelos projetos de interiores do escritório.

O tema aborda as especificidades dos espaços interiores de hotéis, intimidade x impessoalidade, conforto, exclusividade, funcionalidade, bem como aspectos relacionados às culturas locais e seus reflexos na composição destes ambientes.

23/08, quinta-feira, 19h30

Espaços de Trabalho

Lucas Durães (arquiteto e fundador do GUAJA)

Sensibilidade e versatilidade são algumas das características necessárias na abordagem arquitetônica e humana das mais diversas necessidades e situações do cotidiano das pessoas — e, em especial, nos espaços de trabalho. Lucas Durães é arquiteto formado pela UFMG e proprietário do GUAJA, um ambiente do mundo real e virtual que inspira ideias e conecta oportunidades, a partir de curadoria de conteúdo e design de conhecimento. Além das atividades de coworking, marketplace e café, promove cursos livres em diversas áreas tais como arquitetura, design, tecnologia, comunicação, design thinking, etc. Seu contato com uma grande diversidade de áreas do conhecimento amplia sua visão e abordagem dos espaços de trabalho contemporâneos.

28/08, terça-feira, 19h30

O futuro do morar

Marcelo Tramontano (NOMADS.usp)

Qual é o futuro do interior das casas e apartamentos? Como as tecnologias perpassam esses ambientes?

Quem comenta esse assunto é Marcelo Tramontano, doutor em arquitetura pela FAU/USP e coordena o

Nomads.usp: Núcleo de Estudos de Habitares Interativos, que tem foco no estudo dos espaços híbridos e nas interfaces entre arquitetura e diferentes áreas de conhecimento.

04/09, terça-feira, 19h30

Arquitetura e Tecnologia

José Cabral Filho (LAGEAR – UFMG)

06/09, quinta-feira, 19h30

Casa brasileira

Freusa Zechmeister (arquiteta)

12/09, quarta, 19h

Casa Afetiva

Cidoca Nogueira (makeup artist) e Alexandre Rousset (Alexandre Rousset Arquitetura Cenografia)

O tema proposto aborda os espaços interiores pela óptica do sentimento, tanto dos moradores, quanto dos profissionais que ali projetam.

Quais os valores interessam neste contexto? Como a arquitetura, o design e a arte são vistos pelos olhares de criadores de outras áreas?

Todas as palestras são gratuitas e não precisam de inscrição prévia*

* Em nosso espaço, toda a programação é gratuita. Porém, para adentrar o Casarão da Mostra, é necessário adquirir o bilhete ou o passaporte ilimitado de acesso à CASACOR. Mais informações aqui. 

Onde ocorre

CAMPO DAS PALESTRAS SESC
CASACOR Minas

R. Sapucaí, 383 – Floresta
Belo Horizonte — MG, 30150-050

Mostrar no Google Maps

Calendário

agosto 2018
domsegterquaquisexsáb
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 
setembro 2018
domsegterquaquisexsáb
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30 

07/08(ter), 14/08(ter), 16/08(qui), 21/08(ter), 23/08(qui), 28/08(ter), 04/09(ter), 06/09(qui)  -> 19h30 —

11/08(sáb)  -> 15h —

12/09(qua)  -> 19h — 22h30

Não vai dar pra fazer dessa vez?

Preencha os campos abaixo e vamos entrar em contato assim que novas turmas ou cursos similares forem lançados.

Saiba antes de todo mundo sobre novos artigos, cursos e mais: assine nossa newsletter semanal—é grátis!

×