Receba artigos sobre trabalho semanalmente em sua caixa de entrada!

×

Há muito se luta por uma vida digna para as mulheres, tendo a origem do feminismo a priori no século XIX e se estendendo com as denominadas três ondas do feminismo, que lutaram e lutam dentre os vários temas, pelo direito ao voto, à vida pública da mulher, ao estudo, ao trabalho, ao direito de reprodução.

Importante também mencionar o surgimento da ideia de transversalismo enquanto oposição ao universalismo e ao particularismo, característicos, respectivamente, da segunda e da primeira ondas feministas. Quando falamos em “políticas transversais”, falamos da possibilidade de diálogo entre todas as possíveis condições enfrentadas por mulheres no mundo, levando em consideração não só raça/etnia, classe e sexualidade, mas também nacionalidade, idade e religião, por exemplo. A ideia é fazer o exercício de se colocar no lugar da outra para tentar melhor perceber suas demandas, suas necessidades e seus pontos de vista na hora de traçar estratégias e políticas.


Por mais avanços que tenhamos conquistados, muito ainda tem de ser feito para um universo de equidade entre os direitos de mulheres e homens na prática do cotidiano.

Dentre tantas violências que somos submetidas no nosso dia a dia, quantas mulheres já não foram assediadas nas ruas, no trabalho, na escola, no transporte público, na faculdade? Quantas se sentem coagidas em relacionamentos com a pressão psicológica, física, financeira e em tantos outros âmbitos de suas vidas?


Infelizmente, essa é uma realidade recorrente do universo feminino. Inclusive nos deparamos com assassinatos misteriosos e brutais de mulheres, por seus parceiros, familiares, abusadores. Quantas Tatianes, Marielles, Julianes ainda terão que morrer para mulheres terem seus direitos assegurados, dentre eles o principal: a vida?


Por nenhum direito a menos! Esse é o ponto principal do projeto Direito das Minas. Levamos às mulheres conteúdos jurídicos de todos os ramos do direito (Civil, Penal, Trabalhista, Previdenciário, Consumidor, Administrativo e Tributário); tentamos levantar bandeiras, lutando pelos direitos adquiridos e os oprimidos das mulheres; e prestamos atendimento e consultoria jurídica.

Nós, da equipe do Direito das Minas, convidamos vocês a irmos juntas na busca e na luta!

Autor
O Direito das Minas surgiu com o propósito de ajudar e empoderar mulheres através do conhecimento. Sabemos que o acesso à justiça, garantia constitucional no Brasil, é bastante complexo, o que, na verdade, deveria ser de fácil acesso para toda a população. Nós, as advogadas do Direito das Minas, propomos simplificar questões jurídicas presentes na vida de qualquer mulher, levando conhecimento às leis, de uma forma simples e fácil de entender. Assim, somos um canal de informação e conhecimento que visa a transformação do mundo em uma sociedade melhor para se viver.

Share the love.

Se este artigo te fez lembrar de alguém, mostra pra elx!

Você vai gostar