Educação Emocional Integrada: alfabetizando pessoas emocionalmente

 

Receba artigos sobre diversidade semanalmente em sua caixa de entrada!

×

O método de Educação Emocional Integrada é responsável por unificar experiências do engajamento espiritual, das ciências que envolvem o inconsciente e a neurociência, e de técnicas de psicoterapia breve que buscam pontualmente o que traz desequilíbrios a um corpo com doenças e transtornos comportamentais. Fundado nas teorias do Existencial Humanismo e no entendimento dos conceitos da Logoterapia, é uma forma de buscar o equilíbrio emocional especialmente para pessoas que vivem em ambientes socialmente desequilibrados.

A aplicabilidade de técnicas e conceitos da intervenção terapêutica breve concedeu a essa metodologia, que prioriza corpo, mente e espírito e a integração da pessoa com ela mesma, com o outro, com a espiritualidade e a natureza, resultados rápidos e efetivos para os problemas existenciais. O relato de pacientes e a linha biográfica aprofundada reforçaram as convicções de que o amor e o desamor são peças chave nos distúrbios do comportamento humano. Se o que traumatiza é o desamor, o reequilíbrio é possível através de vivências de amor, utilizando de técnicas de abordagem que levam a pessoa a sentir esse amor novamente.

Quanto mais são eliminados os sentimentos de desamor, tendo a consciência de que se é um ser amado e capaz de amar, mais se adquire confiança, mais se expande o espirito, mais se transcende. O desenvolvimento dessa consciência acrescida de hábitos de vida, através de orientações e exercícios de perdão e auto perdão, de aceitação de si e do outro, aceitação da vida, se mostraram eficazes logo nas primeiras intervenções com um efeito muito rápido de cura e de indução ao autoconhecimento.

Segundo o método, qualquer exercício de eliminação da dor emocional seja na metodologia espiritual de perdão, ou através de técnicas terapêuticas dentro da psicologia, seja em uma compreensão de mundo ou na ampliação da consciência, cuidando melhor do seu corpo, da sua mente e espírito, se chegará a um avanço, ao desenvolvimento de auto consciência, se encontrará a cura.

A metodologia da Educação Emocional Integrada aborda as questões de forma bem específica, prática e com a linguagem do dia a dia, possibilitando aplicações em qualquer idade, classe social e para os mais diversos sintomas, apresentando resultados que já contrariaram inclusive as definições da ciência. Através do método, fetos em situação de risco de vida se reequilibraram em suas gestações e desenvolveram saúde, assim como suas mães; bebês que nasceram desenganados pela ciência e que encontraram através da indução do método realizada pelos pais, um caminho de regeneração e cura; jovens que encontraram respostas para suas dúvidas existenciais; adultos que reencontraram o equilíbrio emocional e o prazer em viver; idosos que desfrutaram de uma terceira idade com mais prazer e significado, conscientes do ciclo da vida e da passagem para morte com mais naturalidade.

* No dia 18 de dezembro, Raquel Araújo vem ao GUAJA para uma palestra sobre Alfabetização Emocional. Metade da verba será revertida para o projeto Vida Feliz, que atua junto a crianças em situação de desequilíbrio social no Morro do Papagaio. Vem!

Autor
Raquel Araújo é psicóloga, escritora e alfabetizadora emocional. Realiza treinamentos, formações, palestras e consultorias que promovem o equilíbrio da mente, do corpo e do espírito através de um método próprio de Educação Emocional Integrada. Em mais de duas décadas dedicadas à psicologia clínica pôde ajudar, através do método EEI, milhares de pessoas que foram reconduzidas ao equilíbrio emocional, a eliminação de traumas e a vida realizadora.

Share the love.

Se este artigo te fez lembrar de alguém, mostra pra elx!

Para comentar você deve ter uma conta—só leva um minuto:

fazer login ou registrar-se