Lançamento do livro “Álbum”, de Ana Elisa Ribeiro

Ana Elisa Ribeiro e Relicário Edições convidam para o lançamento do livro “Álbum”. Vencedor do prêmio Manaus 2016 na categoria poesia. O livro é uma coleção de poemas sobre o tema da fotografia, tanto as imaginárias quanto as que estão realmente em seus álbuns de família. Os versos carregam reflexões sobre o gesto de fotografar, o tempo, a memória, o esquecimento, a impermanência e o resgate (por vezes ficcional) proporcionado pelas fotografias.

O livro está dividido em 4 partes: “Desenhar com luz”, “Caixa de fotos”, “Desfotografias” e “Dublê de fake”. A primeira parte tematiza o gesto do fotógrafo, a preparação, a luz, o momento exato e oportuno do clique; a segunda parte reúne poemas que se detêm nas cenas fotografadas, as memórias de família, os álbuns organizados e as fotografias dispersas, o visível e o invisível que nelas comparece. A terceira parte reúne poemas de caráter metapoético, reflexões sobre o tempo e o embaralhamento de fotos reais e fictícias. A quarta e última parte traz o fenômeno contemporâneo das fotografias digitais, das virtualidades e das fotos que já nascem esquecidas.

O livro conta com texto de orelha de Luis Alberto Brandão. Confira:

“Todas as fotos deste Álbum estão à espera de serem reveladas. Por você, leitora. Por você, leitor. À espera de um olhar disposto a indagar as condições do visível. De quais formas uma imagem se torna palavra? Ou deixa de se tornar? Ou cria zonas híbridas? De quais modos palavras geram imagens? Perguntas assim se deixam generosamente suscitar neste livro ao mesmo tempo denso e leve, provocativo e terno, opaco e luminoso. Os poemas-fotos que aqui você revelará são de vários tipos. Há fotos de família, amigos, amores, sim, mas sempre no limite indecidível entre o que se reconhece e o que se estranha, entre trivialidade e espanto, registro e desaparecimento, entre o que fulgura e o que se desfoca. E também há fotografias apagadas, esquecidas, não tiradas. E há fotos de fotos. E fotos em que, ambiguamente, o objeto da foto é quem fotografa.”

Maio 2018
domsegterquaquisexsáb
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031 

Para comentar você deve ter uma conta—só leva um minuto:

fazer login ou registrar-se

Saiba antes de todo mundo sobre novos artigos, cursos e mais: assine nossa newsletter semanal—é grátis!

×