Monument Valley: cenário de faroeste

 Foto Renato Weil/A Casa Nomade.2018.Estados Unidos.Morument Valley.

Receba artigos sobre cultura semanalmente em sua caixa de entrada!

×

Feche os olhos e busque na sua memória uma cena típica de filmes de faroeste. Pode ser que te venha à mente John Wayne cavalgando em busca de sua sobrinha, sequestrada por índios comanches. Ou Ringo Kid e outros colonos brancos sendo violentamente atacados por apaches. Ou até o xerife Wyatt Earp, o pistoleiro Doc Holliday e cowboys fora da lei trocando tiros no Velho Oeste. Não importa a cena, o filme ou o diretor. O cenário para qualquer dessas passagens hollywoodianas é um só: Monument Valley, o imenso deserto coroado de falésias, mesas, paredões e montes de arenito na divisa dos estados de Arizona e Utah.

Mas muito antes de ser eleito o principal símbolo do Oeste americano, Monument Valley e seu vizinho Mystery Valley foram o lar de povos ancestrais. Os anasazis, nativos que deram origem às tribos navajo, zuni e pueblo, deixaram suas marcas nas cavernas de arenito com construções hoje em ruínas e pinturas rupestres. A arte de tecer fios de lã, construir casas de adobe e extrair pigmentos das rochas são tradições ainda preservadas. E toda essa história é agora contada pelos descendentes dos anasazis, em incríveis excursões organizadas pela agência Monument Valley Safari.

Com o guia Toney Begay, embarcamos na aventura de explorar a formação rochosa chamada de Hunt’s Mesa com um carro 4×4, acampar lá no alto e assistir ao pôr-do-sol e ao alvorecer tendo a incrível paisagem do Monument Valley como pano de fundo. No cair da noite, Toney acendeu a fogueira e preparou um jantar à moda navaja, com churrasco de carne de boi, milho, batatas e cogumelos feitos na brasa. As estrelas nos presentearam com uma noite linda e, no segundo dia, ainda tivemos a chance de ouvir Toney tocar um instrumento navajo e cantar uma linda canção ensinada a ele por sua avó.

Foto Renato Weil/A Casa Nomade.2018.Estados Unidos.Morument Valley.Acampamento Hunts Mesa.Guia Navaro Tony

Em outros dois tours, feito com as guias Comachina e Norma Redsteer, mergulhamos na beleza das formações rochosas que dão fama ao Monument Valley e ao Mystery Valley. Aulas de geologia, pontuadas com histórias navajas, curiosidades dos filmes de faroeste e a visita a pontos de outros clássicos de Hollywood (como Easy Rider e Forrest Gump) tornam os passeios especiais. Vale explorar todas as vistas dessa planície, mas nenhuma delas se compara à que inspirou o renomado fotógrafo Ansel Adams, um dos primeiros a dar status de arte à fotografia em preto e branco e que clicou o Monument Valley inúmeras vezes a partir do que é hoje o canto esquerdo do restaurante do Visitor Center. Fica a dica!

Foto Renato Weil/A Casa Nomade.2018.Estados Unidos.Morument Valley.

Autor
Glória Tupinambás é repórter e colunista de Viagem e Turismo da Rádio CBN, já viajou por 59 países dos cinco continentes com seu marido, o fotógrafo Renato Weil. Juntos, publicaram dois livros sobre viagens: O Mundo em Minas e A Casa Nômade pelo Mundo. Hoje, estão em uma expedição pelos extremos da América, do Ushuaia ao Alasca, a bordo do motorhome A Casa Nômade.

Share the love.

Se este artigo te fez lembrar de alguém, mostra pra elx!

Para comentar você deve ter uma conta—só leva um minuto:

fazer login ou registrar-se
Você vai gostar