Sete passos para conduzir as redes sociais do seu pequeno negócio

 Foto: Unsplash/Rawpixel

Receba artigos sobre tecnologia + trabalho quinzenalmente em sua caixa de entrada!

×

Você, pequeno empreendedor, sabe usar as mídias sociais para fazer marketing e comunicação da sua empresa? Temos contato com diversas redes sociais no nosso dia a dia e já há alguns anos percebemos que a divulgação em redes sociais pode ajudar e muito no resultado do seu negócio. Mas como fazer adequadamente marketing em mídias sociais? Esse post é para ajudar você a aprender a utilizar melhor as mídias sociais para sua pequena empresa.

1. Use as redes sociais como um usuário comum

Entender os recursos e o comportamento das pessoas nas mídias sociais é fundamental para fazermos um planejamento adequado de social media marketing. Diversas pessoas que fazem meus cursos no GUAJA dizem coisas como “eu não uso Facebook”, “eu não gosto das histórias no Instagram”, e outras coisas do tipo. É verdade, as redes sociais podem cansar a gente, especialmente para quem não tem muita afinidade com mídias digitais. Mas o primeiro passo para aprender a usar as mídias sociais em favor do seu negócio é usá-las como seu público usaria, para que você entenda quais recursos de divulgação você tem disponíveis.

Eu, por exemplo, não sou lá muito fã do stories do Instagram, mas tenho me obrigado a usar mais esse recurso porque ele é um dos mais promissores para divulgação dos negócios hoje em dia.

Para ajudar você a escolher quais mídias sociais deve utilizar, aqui embaixo listo as redes sociais mais usadas pelos brasileiros em 2017, segundo pesquisa divulgada pela revista Olhar Digital:

  • WhatsApp (91%)
  • Facebook (86%)
  • Instagram (60%)
  • Twitter (28%)
  • Snapchat (18%)
  • Pinterest (15%)
  • Tumblr (5%)

2. Aprenda a usar as mídias sociais para negócios

O uso de redes sociais como usuário é só o primeiro passo, não te ensina como utilizar as Mídias Sociais para negócios. Por exemplo: uma pessoa física tem um perfil no Facebook e no Instagram, mas um negócio tem que ter uma página de negócio (aqui tem uma dica de como converter um perfil pessoal do Instagram para página de negócio).

E entra a parte de ter que ler muito e fazer cursos para aprender a fazer Facebook Marketing, Instagram Marketing, e por aí vai. O Facebook tem inclusive uma plataforma de cursos gratuitos online sobre como utilizar o Facebook para negócios. E, claro, tem também cursos presenciais, como os que eu dou no GUAJA, em Belo Horizonte.

3. Aprenda a diferença entre conteúdo orgânico e conteúdo pago em mídias sociais

Eu vejo muita gente no meu curso usando uma nomenclatura incorreta para anúncios por não entender uma questão fundamental quando se trabalha marketing em mídias sociais: a diferença entre conteúdo pago e conteúdo orgânico em social media.

Toda vez que dizemos anúncios estamos falando de conteúdo pago, ou seja: você paga para o Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn ou qualquer outra rede social exibir seu post para as pessoas. Muita gente já conhece o famoso botão de “impulsionar publicação” ou “promover”, e essa é a forma mais básica de transformar um conteúdo orgânico (ou seja, um post normal que você fez em sua página) em um conteúdo pago, ou anúncio.

Se você não pagou àquele site pela exibição do conteúdo, não é anúncio. É post orgânico. E isso faz total diferença em como esse conteúdo deve ser criado. Um conteúdo orgânico deve ser escrito de uma determinada maneira, tem uma linguagem, diferente da linguagem de um anúncio. Pode transformar um no outro? Pode, mas tem que adaptar a linguagem.

4. Seus fãs não veem quase nada do que você posta na sua página

Talvez você já saiba disso, mas ainda tem muita gente que não sabe: o Facebook (e agora quase todas as outras mídias sociais) não mostra tudo que você posta na timeline das pessoas que curtem sua página. Isso significa que ele só vê tudo que você postar se ele entrar na página do seu negócio todos os dias. O que de fato não acontece com ninguém, afinal, o comportamento das pessoas é abrir o Facebook ou Instagram e rolar a timeline para baixo para ver as novidades. Se seu post não estiver entre elas, bau bau, ninguém ficou sabendo. Isso se chama Alcance Orgânico do Facebook, e hoje ele é em média de 2% das publicações que você faz na sua página. “Só isso, Ana?” Sim, só isso, a não ser que você entenda o algoritmo do edgerank do Facebook (que agora também tem sido aplicado ao Instagram). Eu explico em detalhes ele no curso de Mídias Sociais para Produtores Locais, e qualquer profissional de social media que se preze precisa aprender isso, já que é a base do trabalho em mídias sociais. E qualquer dono de negócio ou profissional de marketing também, porque se você não sabe as regras, como quer ganhar o jogo?

5. Entenda seu público e se comporte como gente nas mídias sociais

Redes sociais foram feitas para pessoas, não para negócios. Você entrou no Facebook porque tinha alguma empresa lá que você queria acompanhar ou entrou porque seus amigos estavam lá? Marcas são intrusas nessa festa, então a melhor coisa que você faz sendo penetra na festa é sendo alguém legal e se enturmando com as conversas que estão acontecendo. Você não tenta roubar o palco de uma festa que você penetrou. Portanto, aprenda a se comunicar de forma humanizada (nada dessa linguagem jargão business/assessoria de imprensa) e entenda como, onde, quando, por que seus clientes usam as redes sociais e faça parte dessa conversa deles.

Se tiver que escolher apenas uma coisa que faz o sucesso de uma marca nas redes sociais é: conhecimento profundo de quem é o cliente. Você deve saber tanto sobre seu cliente quanto sabe sobre seu melhor amigo. Existem diversas ferramentas para fazer isso, desde pesquisas até métodos como o Design Thinking. Uma das mais usadas hoje em dia é a criação de uma persona, um personagem que representa seu público-alvo para que você saiba claramente como se comunicar com seus clientes potenciais.

6. Aprenda sobre segmentação de público dos anúncios de Facebook e Instagram

Muita gente diz pra mim: “Ana, já promovi posts no Facebook/Instagram mas não deu resultado”. Quase sempre minha resposta é: qual segmentação de público você experimentou? O botão de impulsionar/promover te leva pra um tutorial pré-preenchido de várias opções dos anúncios, e uma delas é a de público, que quase sempre está em “pessoas que curtiram sua página e amigos delas”. Isso é basicamente pregar pro padre, quem já curte sua página já sabem quem você é, e se seu objetivo é vender para mais pessoas, pessoas diferentes das que você fala hoje, então essa segmentação está errada.

Então é hora de experimentar novos públicos usando as segmentações disponíveis na ferramenta de anúncios do Facebook (que é a mesma do Instagram, por sinal. Mesmo que você use somente o instagram, o Facebook é quem gerencia os anúncios no Instagram). São bilhões de opções possíveis, desde páginas que as pessoas curtem, momento de vida, estilo de vida, entre muitas outras. Por exemplo, eu consigo fazer um anúncio para “mulheres da região metropolitana de BH que ficaram noivas nos últimos 6 meses”. Nenhuma outra ferramenta de anúncios do mundo é capaz de fazer esse nível de segmentação que o Facebook e o Instagram possuem.

Mas você precisa saber como buscar essas segmentações, não existe uma lista disponível porque os critérios de segmentação são atualizados o tempo todo. Sim, no momento que você está lendo esse post novos critérios de segmentação estão sendo adicionados aos anúncios. Portanto, vale ter a persona em mãos para saber que testes diferentes você pode fazer agora. Eventualmente você vai achar uma segmentação que lhe dê resultados, é uma questão de criatividade, testes e persistência. E técnica, claro.

7. Se planeje para criar conteúdo com a frequência ideal

Outra pergunta muito comum que me fazem é: “qual a frequência ideal de posts no Instagram ou Facebook?”. A resposta é: a maior que você conseguir, desde que tenha qualidade. Se você consegue fazer um post por dia com qualidade, faça isso. Se consegue 20 por dia com qualidade, faça. Se consegue 1 por semana com qualidade, faça. Qualidade nesse caso significa afinidade e utilidade do conteúdo para seu público, para sua persona. De nada adianta fazer um post por dia se não é útil ou interessante para quem te segue. Idealmente quanto mais melhor, de quantos formatos variados você conseguir (stories, vídeos fotos, textos, usando recursos diferentes da ferramenta).

E estude as informações do Facebook Insights (a parte de informações da página) para entender quais desses conteúdos fizeram mais sucesso, repita a fórmula dos que funcionaram melhor, e tente de novo. Teste, teste, teste, teste. Nunca nada está pronto em marketing digital, sempre pode ser melhorado. Aí você pensa ”como, na face da terra, sendo eu, eu mesma e eu sozinha pra criar/produzir/anunciar/vender meus serviços e produtos vou conseguir fazer isso?”. Com planejamento.

Você tira um dia da semana para pensar, criar e programar os posts (dá menos resultado que postando na hora, gente, mas antes feito do que perfeito, repete comigo) e só posta na hora quando aparecer algo interessante e dentro do contexto. Senão você fica naquele sofrimento de “o que vou postar no Instagram hoje, meldelz” e nada sai do papel. Antes feito do que perfeito, e planejado dói menos. Crie um calendário editorial de posts para te ajudar nisso e concentre-se em fazer o melhor que você puder.

Com essas sete dicas você cobre o principal sobre Facebook Marketing e Instagram Marketing (ou gestão de mídias sociais como um todo, já que muito do que funciona pra facebook funciona também para outras redes sociais), e espero que tenha te dado um norte para começar. Também tenho um e-book gratuito de Marketing Digital para Pequenos Negócios que te dá outras dicas maravilhosas para colocar seu negócio no caminho do seu cliente na internet. Se gostou das dicas, você pode também querer fazer o curso de Mídias Sociais para Produtores Locais, presencial em BH, no GUAJA, ou o curso de Marketing Digital para Produtores Locais.

Tem alguma dúvida? Deixa nos comentários! 🙂

Autor
Sou graduada em Publicidade e Propaganda, tenho um MBA em Gestão Empreendedora em Marketing Digital e tenho mais de 14 anos de experiência. Meu negócio é o Ainda Que Tardia (aindaquetardia.com.br), uma escola de cursos pra aprender a ser livre. Atualmente tenho dois cursos acontecendo: Mídias Sociais (guaja.cc/cursos/midias) e Marketing Digital (guaja.cc/cursos/mktdigital), ambos voltados para o pequeno empreendedor. Sou professora de pós graduação na PUC Minas, na UNA e no UNIBH. Também faço cursos sob encomenda e sou palestrante.
Aprenda com a Ana:

2 thoughts on “Sete passos para conduzir as redes sociais do seu pequeno negócio

  1. Gostei do artigo, algo que vi e gostei foi a ferramenta do Google (meu negócio) para exposição local no google maps. O que pode me dizer sobre ela?
    Abraço

Deixe uma resposta

Para comentar você deve ter uma conta—só leva um minuto:

fazer login ou registrar-se

Vão te interessar

Workshop

Da proposta à entrega: venda seu peixe

por

Prestadores de serviços, como concorrer em mercados tão competitivos? Como precificar, se apresentar e vender seu peixe nesse cenário de competições, por vezes desleais?

Workshop

Marketing Digital para Produtores Locais — 10ª edição

por

Curso de Marketing Digital presencial em Belo Horizonte focado em pequenos negócios. Se você é microempreendedor, aprenda a usar o poder da internet para fazer com que seus clientes te achem e te amem.

Workshop

Branding Avançado

por

O curso de branding avançado vem como uma próxima etapa para aqueles que já atuam ativamente na área de estratégia de marcas ou já fizeram a edição 1, Branding: da estratégia ao mercado, produzido e ministrado pela Hanna Castor.

Workshop

WS DIA — Diagramas e Representação Arquitetônica

por &

Workshop de representação gráfica com foco em arquitetura, explora o desenho como meio principal de expressão do arquiteto, trabalhando desde a criação de diagramas à edição de desenhos técnicos, mapas entre outros através da ferramenta vetorial da Adobe.

Fique sempre atualizado sobre o GUAJA, assine nossa newsletter quinzenal—é grátis:

×