Como NÃO fazer promoções em redes sociais

 

Receba artigos sobre comunicação semanalmente em sua caixa de entrada!

×

Você recebe uma notificação no celular, vai todo animadinho pensando que é o crush e na verdade é aquele “amigo” que você não vê há anos te marcando em algum sorteio.

Nada mais baseado em fatos reais que esse microconto de terror dos tempos modernos, né? É só dar uma rolada no feed pra contar várias promoções de todo tipo de produto nas rede sociais. Aí você, empreendedor, pensa: “vou fazer também!” mas vem comigo que eu vou te contar por que pode ser uma fria fazer promoções nas redes sociais

Sorteios e promoções em redes sociais são, em geral, proibidos! É isso mesmo que você leu. PROIBIDAS. A cada edição do curso de Marketing Digital que ministramos aqui no GUAJA esse é o momento de desespero de todo mundo. Como assim, proibidas?!

1 – Autorização da SEFEL

A SEFEL é a Secretaria de Acompanhamento Fiscal, Energia e Loteria. Essa função antes era da Caixa Econômica Federal como você já pode ter ouvido falar.

“A distribuição gratuita de prêmios é uma estratégia de marketing que visa alavancar a venda de produtos, serviços, promoção de marcas ou imagens. Sua realização depende de prévia autorização”

PREVIAMENTE é a palavra chave. Antes de fazer uma promoção você deve solicitar a autorização (o processo é todo online) e pagar a taxa de fiscalização que é definida de acordo com o valor da premiação e começa em R$ 27,00 para prêmios até R$ 1.000. O prazo para protocolar o pedido é de 40 a 120 dias antes do início da promoção (não do sorteio, se for o caso, da validade da promoção mesmo).

Veja mais em: http://www.fazenda.gov.br/assuntos/loterias-e-promocoes-comerciais

Além disso você precisará seguir algumas regras como POSSUIR O BANCO DE DADOS para que ele seja passível de auditoria. Se a mecânica da promoção for likes, compartilhamentos, marcação… adivinha? O banco de dados não é seu, é da rede social, então também não pode.

Parece chato e burocrático mas nem é tão complicado e a regulamentação é necessária para evitar lavagem de dinheiro, fraudes, estelionato e etc.

“E se eu não fizer?”  Você pode ser multado, no valor do prêmio, e proibido de fazer promoções por 2 anos. Parece pouco mas acredite, você não quer um órgão do governo no seu cangote.

Algumas promoções não precisam de autorização:

  • Campanhas internas para funcionários;
  • Programas de fidelidade;
  • Concurso cultural (mande sua frase, uma foto e etc, não vale);
  • Não possuam o cunho comercial de propaganda ou o fator sorte;
  • Compre e ganhe.
  • Cupom de desconto.

2 – Tio Mark não deixa

“ Você não pode usar as funcionalidades do Facebook como registro ou mecanismo de entrada para promoções. Por exemplo, o ato de curtir uma página ou fazer o checkin em um local não pode, automaticamente, validar um usuário para participar de um concurso.”

O aviso tá lá na página de políticas do Facebook que você (e todo mundo) ignorou quando clicou em “aceito”. Junto de “entrego todos os meus dados e a minha alma ao Mark Zuckerberg.”  

Na verdade ele tem várias restrições até mesmo para a divulgação de promoções externas nas redes sociais. Como: “ Promoções no Facebook devem incluir aviso esclarecendo que não é patrocinada, apoiada, administrada ou tem qualquer associação com o Facebook.”

“E se eu fizer assim mesmo?” Como em qualquer outra contravenção nas redes do Grupo você pode ter seu perfil suspenso ou até desativado. Sem aviso prévio e nem nada. Você vai tentar logar no Instagram e seu perfil não está mais lá junto com todos os seus seguidores. E como você deve saber, com o Facebook não tem choro, nem vela. Se rolar, já era.

“Mas eu nunca soube de alguém que tenha perdido o perfil por isso” Bom, você pode tentar a sorte e pagar pra ver, mas é bom estar informado do risco. Eu conheço quem perdeu o perfil em 2015 e espera pacientemente por um retorno do Instagram a respeito. Até hoje, 2019.

3 – A promoção pode não converter

Será que a promoção que você está fazendo vai trazer mais vendas e clientes? Ela conversa com o seu público real ou só vai inflar os números do seu perfil (e diluir seu alcance orgânico com quem realmente importa).

“Mas todo mundo faz!” Porém, como sua mãe já te disse “Você não é todo mundo” e ao invés de colar do coleguinha que não sabe o que tá fazendo pode vir aprender mais sobre Redes Sociais para empreendedores com a gente no Minas Digitais.

O curso de Mídias Sociais, que vai te ensinar como usar as redes sociais para potencializar seus negócios entra na 9ª edição, agora ministrado por essa que vos escreve , dias 22 a 25 de julho. Corre aqui e se inscreve que até dia 30/06 tem desconto de 10%!   

Autor
Publicitária e possui um MBA em Gestão Empreendedora em Marketing Digital. Tem ampla experiência em produção de conteúdo, gestão de crise em mídias sociais, gerenciamento de projetos e campanhas digitais e integradas. Já trabalhou como planejamento e atendimento em várias cidades do país para clientes de diversos segmentos e tamanhos, como CEMIG, UNIBH e Escola Nacional de Seguros.

Share the love.

Se este artigo te fez lembrar de alguém, mostra pra elx!

Para comentar você deve ter uma conta—só leva um minuto:

fazer login ou registrar-se